Com a presença dos ciclistas lusos Rui Costa (UAE Emirates), Nuno Bico e Nélson Oliveira (Movistar) e José Gonçalves e Tiago Machado (Katusha-Alpecin).

As estradas de terra batida branca, conhecidas como “sterrato”, rasgam a paisagem italiana dos arredores de Siena e fazem da “StradeBianche” (Estrada Branca) uma das provas mais bonitas do calendário, mas também uma das mais duras para os ciclistas.

Apesar de ter apenas 11 anos, o evento ganhou o seu espaço, acumulou prestígio e foi atraindo as melhores equipas do mundo.

Conhecida como “A Clássica do Norte mais a Sul da Europa”, esta prova acontece no fim-de-semana anterior à Tirreno-Adriatico e está no grupo das “Clássicas da Primavera”.

Com partida e chegada em Siena, a “StradeBianche” é uma clássica de 175km, na qual os ciclistas terão de superar cerca de 65km de “sterrato”. É considerada uma combinação entre Paris-Roubaix, devido aos setores de “pavé”, e Volta a Flandres, devido às numerosas colinas ingremes. A meta fica situada na imponente Piazzadel Campo, onde se realiza o famoso “Palio” da cidade.

No ano passado, o suíço Fabian Cancellara venceu pela terceira vez na carreira, estabelecendo o recorde de triunfos na competição italiana. Quem triunfar este ano leva para casa um cheque de 16.000 €

A não perder a transmissão em direto da prova nos canais do Eurosport com comentários de Gonçalo Moreira.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Anti Spam * * Tempo esgotado. Por favor recarregue o CAPCHA.