O distrito urbano da Samba é o que mais casos de Malária tem registado ao longo dos primeiros dias do ano 2013, em Luanda.  A informação foi avançada pelo director do programa nacional de combate a Malária, Filomeno Fortes, que apontou o bloqueio de alguns sistemas de escoamento das águas como estando na base do aumento da população de mosquitos.

“Verificamos que houve um aumento do número de casos, e a nossa equipa anti-vectorial, constatou que a situação de saneamento do meio e drenagem das águas residuais e pluviais e o bloqueio de alguns sistemas de escoamento devido a quantidade de obras que são feitas naquele município”, salientou.

Segundo o coordenador do programa, o elevado número de casos, exige de todos uma atenção redobrada como evitar o lixo, e os ratos.

“Estamos preocupados porque no princípio de 2012 tivemos estudos no Huambo, em relação a doenças que normalmente não são diagnosticadas no país. Temos casos de Dengue, e Leptospirose que é uma doença provocada pela urina dos ratos, causadas pelo mau saneamento do meio. Por isso apelamos a população a ter mais cuidado com a higiene”, informou.

NOTICIA RNA
COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Anti Spam * * Tempo esgotado. Por favor recarregue o CAPCHA.