sem_abrigoA crise em Portugal está a deixar mais pessoas sem teto, alertou ontem o coordenador do Programa Nacional de Saúde Mental, Álvaro de Carvalho, ressalvando que o fenómeno, recente, ainda não está quantificado.

Álvaro de Carvalho participa hoje, em Lisboa, no seminário “Saúde Mental e Pessoa Sem-Abrigo: Onde, Como e Porquê?”, organizado pela Fundação Cidade de Lisboa.

Uma das conferências versa sobre a realidade europeia e a mudança do perfil da pessoa sem-abrigo e é proferida pelo psicólogo italiano Luigi Leonori, co-fundador da rede europeia da organização internacional SMES (Saúde Mental Exclusão Social).

Antecipando o tema do painel, o coordenador do Programa Nacional de Saúde Mental, Álvaro de Carvalho, admitiu à agência Lusa que está a aumentar em Portugal o número de pessoas sem teto, “pessoas que estão na rua desde que há crise” e que, “na sequência das dificuldades económicas, ficaram sem casa e sem capacidade para se alimentarem”.

António Cotrim/LUSA
COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Anti Spam * * Tempo esgotado. Por favor recarregue o CAPCHA.