foto: (dr) Dabiq Magazine //

O grupo terrorista Estado Islâmico assassinou e pendurou em postes de electricidade 25 civis que tentavam fugir neste domingo das áreas do oeste da cidade setentrional iraquiana de Mossul que ainda são controladas pelos jihadistas.

 O chefe do Conselho de Segurança da província de Ninawa, da qual Mossul é a capital, Mohamed Ibrahim al Bayati, disse à Agência EFE que o Estado Islâmico matou os 25 civis no bairro de Al Tank, quando tentavam chegar às áreas libertadas pelas forças de segurança iraquianas.

O dirigente detalhou que os membros da organização terrorista “detiveram-nos e mataram-nos, e depois penduraram os seus cadáveres nos postes de eletricidade do bairro de Al Tank”.

Al Bayati acrescentou que o EI lançou também 40 bombas sobre os bairros de Al Matahen e Al Yarmuk, o que provocou o pânico entre a população. Como consequência dos disparos, que causaram um número indeterminado de feridos, várias famílias fugiram para áreas mais seguras.

O comandante das Operações Conjuntas, general Abdelamir Yarala, anunciou entretanto em comunicado que as forças antiterroristas “libertaram o bairro de Al Matahen por completo” após dias de combates.

O comandante das forças especiais antiterroristas, general Maan al Saadi, explicou por seu turno à Efe que as suas tropas libertaram mais de 90% do bairro de Al Yarmuk.

Al Saadi detalhou que as forças iraquianas se encontram nas entradas dos bairros ocidentais de Al Islah, Al Zeraai, Al Abar e Al Zaura, e acrescentou que as forças especiais mataram 35 terroristas e destruíram quatro veículos-bomba no seu lento avanço.

O comandante da Polícia Federal, Raide Shaker Yaudat, informou que as forças deste corpo cumpriram 60% de sua tarefa de destruir as linhas de fornecimento dos jihadistas em torno da mesquita Al Nuri, onde o dirigente máximo do EI, Abu Bakr al Bagdadi, proclamou o “califado” em junho de 2014.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Anti Spam * * Tempo esgotado. Por favor recarregue o CAPCHA.