Do fornecimento de alimentos à eletricidade, passando pela assistência às vítimas do furacão Sandy, o exército americano mobilizou seus recursos para enfrentar as consequências da catástrofe que atingiu o leste dos Estados Unidos.

Resumo sobre a passagem de Sandy pelos EUA

27/10 – Sandy recupera força de furacão e ameaça os Estados Unidos

28/10 – EUA: Sandy afetou 50 milhões

29/10 – Obama convoca reunião de crise: “prioridade é salvar vidas”

30/10 – Sandy deixa rastro de destruição, mortes e escuridão nos EUA

Em nove estados do nordeste do país, principalmente em Nova York e Nova Jersey, mais de 7.400 militares da Guarda Nacional participam na limpeza das zonas afetadas, fornecendo comida e eletricidade, anunciou o Pentágono.

Em Nova York, o “USS Wasp”, um navio de assalto anfíbio equipado com cinco helicópteros, assim como o “USS San Antonio” e o “USS Carter Hall”, ambas embarcações anfíbias também dotadas de helicópteros, posicionaram-se igualmente para apoiar as operações.

Por outro lado, aviões de transporte pesado (5 C-5 e 12 C-17) transportaram da Califórnia até a base de Stewart, no norte de Nova York, mais de 60 veículos de intervenção com geradores de eletricidade, assim como pessoal especializado.

Procedentes de todo o país, dezenas de bombas de evacuação e geradores pertencentes ao exército foram enviados para o nordeste do país. Uma minicentral elétrica móvel de 13 megawatts será transportada de camião de Fort Belvoir, periferia de Washington, para Nova York.

60 camiões tanque transportando combustível, foram enviados a Massachusetts e Nova Jersey. O estado da Virgínia tem também já 2,3 milhões de litros de gasolina prontos para serem enviados para as zonas afetadas.

Redação iPressGlobal

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Anti Spam * * Tempo esgotado. Por favor recarregue o CAPCHA.