foto: Policia Nacional Espanhola //

A polícia espanhola desmantelou uma rede criminosa que vendia automóveis Toyota como se fossem luxuosos desportivos Ferrari e Lamborghini.

 Segundo um comunicado do Corpo Nacional de Polícia, três pessoas foram detidas numa oficina em Sils, localidade da província de Gerona, na Catalunha, por falsificação de automóveis de luxo.

No local encontravam-se, prontos para venda, quatro falsos automóveis Ferrari e mais uma dezena de viaturas Toyota em diferentes fases do processo de “transformação” que os converteria em super-desportivos Ferrari ou Lamborghini.

Durante a operação foram apreendidas pela policia espanhola diversas peças destas duas marcas, incluindo logotipos, estofos, conta-quilómetros e documentação, além de moldes em fibra de vidro com o formato das carroçarias características de alguns dos seus modelos.

No que aparenta ser uma diversificação do modelo de negócio, foi ainda encontrada e apreendida na garagem do cabecilha do grupo uma instalação completamente equipada para o cultivo de marijuana, com 950 vasos e diversas máquinas, refrigeradores, transformadores, ventiladores e lâmpadas próprias de cultivo.

Os automóveis falsificados eram vendidos na internet em sites de usados. Segundo o The Local, a polícia começou a seguir as actividades do gang após uma queixa apresentada por um incauto cidadão que comprou um “Ferrari” por 40.000 euros em Benidorm.

A notícia deverá chamar particular atenção aos potenciais interessados em comprar o único Ferrari Enzo FXX do mundo com licença de circulação em estrada, recentemente colocado à venda por 11.7 milhões de euros (usado, claro). Talvez seja prudente abrir o capôt e dar uma boa vista de olhos ao motor.

Resta saber quantas mais vítimas deste inédito conto do vigário haverá, e por que razão não apresentaram queixa: se por ainda não terem descoberto o logro, se porque o descobriram mas o embaraço os impede de se queixar – ou se simplesmente sabem que andam a mostrar aos amigos um Toyota em pele de Lamborgini e gostam de o fazer.

AJB, ZAP //

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Anti Spam * * Tempo esgotado. Por favor recarregue o CAPCHA.