O pintor Júlio Pomar considerou hoje que o atelier-museu com o seu nome, que deverá abrir ao público em abril, em Lisboa, se tornou um “projeto magnífico” do arquiteto Álvaro Siza Vieira.

O artista foi hoje aplaudido e saudado com os parabéns e um bolo, pelo 87.º aniversário, durante uma pré-inauguração, realizada pelas entidades responsáveis pelo projeto, a Câmara Municipal de Lisboa (CML), em parceria com a Fundação Júlio Pomar.

“É uma grande lição dada pelo Siza, o menos fantasista dos arquitetos que eu conheço. Tudo o que ele faz é pensado, sentido, no mínimo detalhe, de forma a construir um ambiente à nossa volta”, destacou Júlio Pomar, mostrando-se muito satisfeito com o projeto acabado.

Também agradeceu ao presidente da CML, António Costa, pelo apoio dado ao projeto durante o seu mandato, que, sublinhou, “viria a resolver um atraso de cinco meses, num certo momento da obra”.

NOTICIA AGÊNCIA LUSA  | FOTO:MIGUEL A. LOPES/LUSA
COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Anti Spam * * Tempo esgotado. Por favor recarregue o CAPCHA.