A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) anunciou hoje a abertura de um processo de averiguações sobre o acesso da polícia a imagens da RTP não emitidas e editadas (os chamados ‘brutos’) da manifestação de 14 de novembro.

Em comunicado, o regulador diz que o processo se destina a “definir a conduta que um órgão de comunicação deve adotar quando solicitada a cedência dessas fontes documentais por terceiros”, como as autoridades policiais.

Consequentemente, a ERC quer analisar a conduta da RTP no que se refere às imagens da manifestação de 14 de novembro.

O regulador ouviu esta tarde o antigo subdiretor de informação Luís Castro e pelas 20:45 estava ainda a ouvir a Comissão de Trabalhadores da RTP sobre o assunto.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Anti Spam * * Tempo esgotado. Por favor recarregue o CAPCHA.