foto: RTP //

De olhar brilhante e profundamente comprometido com a música, Salvador Sobral conquistou a Eurovisão, conseguindo uma vitória nunca antes alcançada.

O festival da canção voltou este ano a reunir os portugueses em volta da televisão, momento em tempos muito esperado, mas que havia perdido o encanto ao longo dos últimos anos. O “Amar pelos dois” dos irmãos Sobral, fez renascer o espírito do Festival da Canção.

Salvador conquistou Portugal ao cantar de forma simples e única a canção criada pela irmã Luísa Sobral, abrindo-se assim portas para a final da Eurovisão.

Dono de uma voz única e de um estilo interpretativo muito próprio, Salvador quis enfatizar a música, deixando de lado efeitos visuais, bailarinos ou até uma imagem marcada pelo exagero de um vestuário demasiado glamoroso.

Neste sábado, 13 de Maio, Salvador fez história ao subir ao palco da eurovisão sem artefactos ou ilusões, mostrando ao mundo a qualidade da composição e interpretação da canção que defendeu até ao fim.

Se a grande ambição era passar uma mensagem de simplicidade e sentimento através da música, Salvador conseguiu ir muito além, tal como se verificou pelo silêncio conquistado e a emoção dos que o rodeavam enquanto cantava.

A vitória que parecia anunciada ao longo da semana, desde a semifinal, através das opiniões positivas de diversos países, tornou-se real, dando um novo alento a todos quantos acharam que não seria possível.

E se os Portugueses não acreditaram acreditando, como o que confia mas não se atreve a sonhar, esta noite, encheram o peito de orgulho para aplaudir de pé Salvador Sobral.

E assim se fez história em Portugal.

iPG

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Anti Spam * * Tempo esgotado. Por favor recarregue o CAPCHA.