foto: BigThink //

Os suecos deveriam ser autorizados a ter uma pausa de uma hora no trabalho para terem relações sexuais com os seus parceiros, propôs esta terça-feira um vereador de uma pequena cidade daquele país.

 “Há estudos que mostram que o sexo é saudável”, disse Per-Erik Muskos, de 42 anos, o vereador da cidade de Overtornea, no norte da Suécia, que apresentou a moção para a pausa sexual.

Em declarações à agência francesa AFP, o vereador disse que a sua proposta visa melhorar as relações pessoais dos cidadãos. Per-Erik Muskos considerou que na sociedade atual os casais não passam tempo suficiente um com o outro e a sua proposta tem como objetivo “melhorar os relacionamentos”.

O vereador reconheceu que não haverá forma de verificar se os empregados não usam a sua hora para outros fins que não seja estar com os parceiros.

“Não podemos garantir que o trabalhador não vai antes dar uma volta“, afirmou Muskos, acrescentando que os empregadores precisam de confiar nos seus empregados.

O vereador da cidade de Overtornea disse ainda que “não vê qualquer razão” para que a moção seja chumbada.

Sem contar com os finlandeses e os franceses, os trabalhadores a tempo inteiro suecos são os que trabalham menos horas, com uma média de 1.685 horas em 2015. Os britânicos trabalharam em média 1.900 horas e os alemães 1.847 horas em 2015.

// Lusa

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Anti Spam * * Tempo esgotado. Por favor recarregue o CAPCHA.