Desde os romanos, grãos, normalmente trigo, tem sido associado com cerimônias de casamento. O trigo, como símbolo da fertilidade, era levado pela noiva, como um boquete ou ainda como elemento na composição de uma grinalda. Quando a noiva deixava o templo, grãos eram lançados sobre ela e as mulheres solteiras recolhiam-os, na esperança que tivessem tocado a noiva, o que asseguraria um casamento em futuro próximo.

Durante o reinado de Elisabeth I, o lançamento do trigo sobre as noivas deixou de ser utilizado, mas sim oferecido em forma de pequeno bolos, que eram esmigalhados e lançados sobre as noivas. Posteriormente, os pequenos bolos foram substituídos por um maior, para ser comido.

Essa mudança na cerimónia provavelmente deixou os convidados frustrados, já que não podiam jogar nada sobre a noiva. Então o arroz, que já a este tempo era branco, limpo e barato, tornou-se um substituto ao bolo!

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Anti Spam * * Tempo esgotado. Por favor recarregue o CAPCHA.