Andrea Dovizioso (Ducati Team) conseguiu a sua  segunda vitória este fim de semana no Shell Malaysia Motorcycle Grand Prix, aproveitando da melhor maneira as difíceis condições meteorológicas e as chuvas torrenciais que assolaram a pista de Sepang e tornou-se o  nono vencedor diferente na classe de MotoGP em 2016,  com Valentino Rossi na segunda posição e Jorge Lorenzo ambos da equipa Movistar Yamaha MotoGP a ocuparem os restantes lugares do pódio.dovi1

Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP) arrancou muito bem da primeira linha da grelha de partida, mas foi Marc Marquez (Repsol Honda Team) que partiu da segunda linha a liderar a primeira curva, Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP) desceu para quarto  no grupo constituído pelos Andrea Iannone  e  Dovizioso  (Ducati Team) a que se juntaram  Aleix Espargaro Team Suzuki Ecstar  que infelizmente pouco depois saiu de pista.

Rossi começou uma  luta pela liderança com Andrea Iannone (Ducati Team) ainda a recuperar da  uma vértebra partida depois do acidente em Misano – mas o  Maniac deu luta e manteve-se diríamos firme e irto no primeiro lugar. O seu companheiro de equipa Dovizioso seguia perto em terceiro, com Marquez na peugada mas já distante de Jorge Lorenzo acossado por Cal Crutchlow (LCR Honda) logo atrás.

O duelo na frente entre Rossi e Iannone,  durou várias voltas, com várias de ultrapassagens dovi3principalmente na  curva de 15  ( última do circuito) onde o doutor ultrapassava o Maniac , para depois na reta da meta este recuperar a liderança com base na maior velocidade de ponta da Desmosedici GP16.

Dovizioso e Marquez encontravam-se longe da luta pela liderança e Lorenzo já rodava na sexta posição, depois de ter sido ultrapassado pelo motivadíssimo Crutchlow vencedor em  Phillip Island .

Mas o MotoGP,  o desporto mais espectacular do mundo, fez jus ao seu titulo, quando num ápice o Campeão do Mundo Marquez perdeu a frente da sua Honda na curva 11 e saiu da luta pela vitória na corrida e pouco depois na curva nove Andrea Iannone cai deixando a liderança para Rossi.

 Dovizioso  à espera da sua oportunidade, iniciou uma luta sem quartel com o seu compatriota italiano,   aproveitando o facto do piloto de Tavullia ter desgastado o pneu da frente nas lutas anteriores,  atacou  e tornou-se o nono piloto a vencer um Grand Prix na época de 2016, a sua segunda vitória na categoria rainha – a primeira ocorreu  em 2009  em Donington Parque – e a segunda vitória esta época para a fábrica de Borgo Panigale, depois de um longo período de jejum desde 2010. dovi2

Loris Baz e Hector Barbera (Avintia Racing) foram os heróis desconhecidos que se seguiram, com Baz a mostrar um ritmo incrível no molhado, o vencedor de Silverstone,  Maverick Viñales (Team Suzuki Ecstar) fez uma corrida estranhamente tranquila, logo seguido de um brilhante Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini) que  mais uma vez na Malásia obteve um  sétimo e merecido lugar para a  fábrica de Noale, à frente do vencedor de Assen Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS), Pol Espargaro (Monster Yamaha Tech 3) e Danilo Petrucci (Octo Pramac Yakhnich), que completaram o top ten.

O MotoGP  vai regressar à Europa para a última corrida do ano em Valência no dia 13 de novembro, onde a questão que se coloca é,  se poderá existir um décimo vencedor esta época ???

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.