A constituição de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para analisar a situação da Caixa Geral de Depósitos, é perfeitamente legitima. A situação da CGD, é exatamente a mesma de qualquer outro banco, a questão da Caixa Geral de Depósitos ser um banco público, não a isenta de todos os mesmos problemas de qualquer banco privado.

A recapitalização da CGD em 4 mil milhões de euros, (dinheiro dos contribuintes), dá-nos o direito de querer saber o que fizeram ao dinheiro que agora nos estão a pedir que repunhamos.

Na Caixa houve também má gestão do risco de crédito, houve interesses políticos e privados, não esquecer que foi na Caixa que se apoiou o BPN e mais tarde o BES e o Banif. Pela Caixa passaram as contendas da PT, ou a saída de dinheiro para Joe Berardo e o tema BCP e, de lá saiu Armando Vara diretamente para o privado.

Como qualquer banco, púbico ou privado, quando os contribuintes são chamados a pagar têm o direito a saber quanto desse dinheiro é aplicado coisas normais da vida dos bancos e quanto diz respeito a aldrabice. Por isso não se percebe qual é o impedimento levantado pelo PCP e o Bloco em não quererem que se faça este levantamento.

Em Portugal a questão de ser público não isente nada de má gestão e do serviço de interesses como já por várias vezes foi provado, a Caixa não é exceção.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.