O Governo, liderado por António Costa, tem conseguido ultrapassar as dificuldades a que se propôs desde a sua formação.

As vozes que vaticinavam que não seria possível um acordo entre os vários partidos de esquerda, tem sido contrariado. A solução encontrada, tem sido até à data, durável e com isso a sustentabilidade de um Governo que se esperava instável e pouco sólida.

Também toda a sua estratégia foi posta em causa. Não seria possível uma recuperação de rendimentos sem provocar instabilidade financeira. Foi devolvida parcialmente a sobretaxa do IRS, a função pública viu chegarem ao fim os cortes nos seus rendimentos e o esboço do Orçamento de Estado não seria aprovado pela Comissão Europeia. Tudo isto foi possível e sem o descalabro financeiro que era anunciado pela oposição.

Anuncia-se agora a implementação do “plano B”, segundo o PSD, este será inevitável. Parece afinal que, a execução orçamental está controlada, pelo menos até abril e portanto não serão anunciadas medidas adicionais. Os vários objetivos a que este Governo se tem proposto realizar, têm sido ultrapassados.

Parece que o fatalismo anunciado pelos partidos da oposição PSD/CDS, não tem chegado para a de descredibilização do atual Governo, uma vez que as soluções governativas que vão sendo encontradas têm sido ultrapassadas.

Afinal conseguir compromissos credíveis e eficazes não é algo assim tão difícil, como o anterior Governo sempre nos quis fazer crer.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.