Autoridades suíças registaram casos de agressões sexuais durante a noite de passagem de ano em menor número mas com semelhanças aos casos de aconteceram na Alemanha.

Várias mulheres denunciaram ter sido vítimas de agressões sexuais durante a noite de passagem do ano em Zurique, divulgou a polícia daquela cidade suíça, mencionando as semelhanças com os incidentes ocorridos em várias cidades alemãs. “Várias queixas por roubos e agressões sexuais foram apresentadas”, indicaram as forças policiais de Zurique, num comunicado.

Durante a investigação relacionada com os roubos, a polícia descobriu que várias vítimas também tinham sido alvo de agressões e violência sexuais. Cerca de seis mulheres relataram que tinham sido cercadas e tocadas por “vários homens de pele escura”, que estavam entre a multidão de foliões. “É um cenário quase idêntico” ao que se passou em Colónia e em outras cidades alemãs, referiu, em declarações à agência francesa AFP, o porta-voz da polícia, Margo Cortesi.

O representante da polícia de Zurique sublinhou, no entanto, que o número de vítimas não é comparável com as dezenas de mulheres em Colónia que alegam ter sido agredidas por migrantes. Em Colónia, na região oeste da Alemanha, mais de 120 queixas foram registadas, incluindo duas por violação.

A polícia de Zurique, que abriu um inquérito sobre os incidentes, pediu a colaboração de potenciais testemunhas, bem como apelou a outras possíveis vítimas para denunciarem as agressões. As forças policiais indicaram que a maioria das queixas foi apresentada nas últimas 24 horas.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.