Portugal continua sem conseguir vencer a Rússia em andebol, averbando a segunda derrota (29-34) em outros tantos jogos no apuramento para o Europeu 2016.

A esperança de Portugal fazer história e vencer a Rússia, levou centenas de adeptos ao Pavilhão da Lavandeira, em Vila Nova de Gaia, motivados pela boa prestação da selecção das Quinas na jornada inaugural, mesmo tendo perdido fora diante da Hungria.

Os comandados de Rolando Freitas até entraram melhor na partida, impondo um ritmo vivo e aproveitando alguma apatia dos russos na fase inicial para sair na frente no marcador até aos dezasseis minutos, embora sempre pela margem mínima. A partir dessa altura e após um time-out pedido pelos visitantes, o jogo virou e vieram ao de cima as fragilidades lusas e a inegável superior qualidade russa.

Igropulo, o melhor marcador no jogo com 8 golos
Igropulo, o melhor marcador no jogo com 8 golos

Portugal começou a denotar enormes dificuldades para desmontar o forte bloqueio defensivo russo, o que levou a cometer muitas falhas técnicas e a apresentar uma fraca finalização, apenas 2 golos nos últimos 15 minutos do primeiro tempo. Por seu turno, a selecção russa foi exímia no ataque e sem sentir grandes dificuldades começou a cavar uma grande diferença no marcador, chegando ao intervalo a vencer por 12-18!

Desde logo no reatar da partida percebeu-se que a equipa portuguesa tinha deixado de acreditar, com os jogadores mais descontraídos e desmotivados. O segundo tempo foi fotocópia do primeiro, a Rússia a controlar o jogo e a não permitir à equipa Lusa espaço para sonhar e recuperar.

O apito final chegou com o triunfo da Rússia por 29-34.

Este slideshow necessita de JavaScript.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.