Triunfo contundente (30-25) da equipa Gaiense diante das bicampeãs do Alavarium Love Tiles, deixa no horizonte o acesso à final do Campeonato Multicare 1ª Divisão Seniores Femininos.

Na presente temporada o Colégio de Gaia apenas conhecia o sabor da derrota diante do Alavarium Love Tiles, e talvez por isso, o resultado final acaba por ser surpreendente mas… apenas para quem não assistiu à partida. Atravessando provavelmente o melhor momento de forma da época, a equipa de Gaia entrou para este primeiro jogo com o favoritismo repartido, deixando antever que esta será uma eliminatória muito disputada.

A equipa gaiense entrou bem na partida, rapidamente invertendo o marcador que arrancou favoravelmente à formação aveirense. A equipa da casa ganhou uma confortável vantagem de 3 golos (6-3), fruto de uma enorme eficácia nos rápidos contra-ataques impostos nos primeiros minutos. Sustentada numa defesa extremamente sólida e com níveis de concentração elevadíssimos, o Colégio de Gaia “obrigava” o Alavarium a cometer imensos erros ofensivos, erros esses que se transformavam muitas das vezes em letais ataques para a equipa da casa. Praticando um andebol de refinada qualidade, as pupilas comandadas por Paula Castro foram com naturalidade aumentando a diferença no marcador, perante a incredibilidade e passividade das jogadores do Alavarium.

O Colégio de Gaia mostrou a sua supremacia desde o início e o primeiro tempo foi exemplo disso mesmo (20-13).

Alavarium aproximou-se

Bebiana Sabino foi a melhor marcadora do encontro, ao apontar 9 golos
Bebiana Sabino foi a melhor marcadora do encontro, ao apontar 9 golos

Depois de uma primeira parte desastrosa, a formação do Alavarium evidenciou outra postura perante as adversidades do jogo, acautelando-se defensivamente e saindo com mais agressividade para o ataque, muito por culpa do inconformismo que Ana Neves demonstrou, contagiando aos poucos as restantes companheiras. O Colégio de Gaia continuava apostar na coesão defensiva e começou a evitar as saídas rápidas para o ataque, assentando mais o jogo e gerindo a posse da bola. Com muita entrega, querer e ambição, o Colégio de Gaia venceu por 30-25 numa partida em que se mostrou sempre superior, comandando o marcador desde cedo.

Bebiana Sabino, “a vitória não foi fácil, bem pelo contrário”

No final da partida, Bebiana Sabino, a melhor marcadora da partida e eleita pelo iPressGlobal como a melhor jogadora em campo, não escondia a alegria da vitória, “entramos muito fortes e com consciência de que desde o primeiro segundo tínhamos que estar a 200%, se queríamos ter sucesso!”, acrescentando que apesar do domínio evidenciado a partida não foi fácil, “Acho que a vitória não foi fácil, bem pelo contrário. Elas nunca desistiram, o que nós obrigou sempre ao máximo empenho e concentração.”

Sobre o facto desta vitória deixar a porta da final entreaberta, Bebiana foi cautelosa, “É à melhor de 3. Queremos lutar por isso, mas ainda há muito caminho.”

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.