Na V Gala do Andebol, que decorreu em Castelo Branco, Mariana Lopes, do Alavarium/Love Tiles, e Gilberto Duarte, do FC Porto, foram distinguidos com o Prémio de Melhor Jogador.

Pela quinta vez consecutiva, a Gala do Andebol distinguiu os jogadores, treinadores, árbitros e personalidades que mais se destacaram e contribuíram para o sucesso da nossa modalidade. Ao palco da bela sala albicastrense, foram chamados Gilberto Duarte e Mariana Lopes (Prémio Melhor Jogador), Miguel Martins e Daniela Mendes (Prémio Jogador Revelação), Alfredo Quintana e Isabel Góis (Prémio Melhor Guarda-Redes), Vânia Sá e Marta Sá (Prémio Melhor Dupla de Árbitros) e Carlos Resende e Carlos Neiva (Prémio Melhor Treinador).

Recorde-se que a atribuição destes prémios resultou da votação online dos cibernautas amantes da modalidade, após uma primeira escolha feita pelos treinadores equipas participantes no Campeonato Fidelidade Andebol 1 e Campeonato Multicare 1ª Divisão Seniores Femininos.

Mariana Lopes, do Alavarium/Love Tiles, repetiu a distinção que já lhe tinha sido atribuída na Gala de 2014, realizada em Viseu, enquanto Gilberto Duarte, do FC Porto, voltou a conquistar o troféu, como tinha acontecido em 2012.

No Prémio Revelação, Miguel Martins (F.C. Porto), foi o escolhido de entre os três finalistas, que incluíam Carlos Martins e Diogo Branquinho, ambos do ABC/UMinho. Daniela Mendes (CA Leça) arrecadou mais votos que as outras duas finalistas, Erica Tavares (Madeira SAD) e Ana Carolina Silva (Juvelis).

Os Melhores Guarda-Redes também voltaram a ser distinguidos. Este ano, Alfredo Quintana (F.C. Porto) foi o escolhido e deixou para trás dois nomeados repetentes: Ricardo Candeias (Sporting CP) e Humberto Gomes (ABC/UMinho). Isabel Góis repetiu a vitória da anterior Gala, ao conseguir mais votos que as concorrentes diretas, Diana Roque (Jac-Alcanena) – vencedora na edição de 2013 – e Nádia Nunes, do CS Madeira.

Vânia Sá e Marta Sá destronaram os leirienses Eurico Nicolau e Ivan Caçador na categoria de Melhor Dupla de Árbitros de 2014/2015. A par com as irmãs Sá, estavam, precisamente, os vencedores das quatro Galas anteriores, Eurico Nicolau/Ivan Caçador e, ainda, Ramiro Silva/Mário Coutinho (Aveiro).

Quanto aos prémios destinados aos Melhores Treinadores, nos masculinos, Carlos Resende, do ABC/UMinho, sucedeu ao também nomeado Ljubomir Obradovic (F.C. Porto) e Frederico Santos (Sporting CP); nos femininos, o público preferiu Carlos Neiva, do Alavarium/ Love Tiles, aos dois outros nomeados da noite, Marco Santos (JAC Alcanena) e Paula Castro (Colégio de Gaia).

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.