foto: diariveu / Flickr

Um jornal espanhol divulgou vários áudios com declarações de Florentino Pérez, notando que mostram a “autêntica cara” do presidente do Real Madrid. São opiniões polémicas, com críticas que vão de Cristiano Ronaldo a Mourinho, passando por Casillas, e com insinuações de desvio de dinheiro contra Pinto da Costa e Jorge Mendes.

“Florentino Pérez como nunca o tinha escutado”. É assim que o jornal El Confidencial revela áudios de conversas do presidente do Real Madrid, salientando que os divulga pelo seu “indubitável interesse informativo”.

Entre esses áudios, é possível escutar uma conversa de 29 de Agosto de 2007, onde Florentino Pérez fala de um alegado esquema para desvio de dinheiro de transferências, envolvendo os nomes de Pinto da Costa, presidente do FC Porto, e de Jorge Mendes, empresário de Cristiano Ronaldo, entre outros craques.

A propósito da transferência do defesa-central Pepe dos dragões para o Real Madrid, em 2007, Florentino começa por notar que conhece o presidente do Porto. “Os 30 quilos saíram daqui e foram para ali, é certo, e agora há que ver onde está a saída do banco”, diz ainda.

“Faz isso com Jorge Mendes, ou seja, o representante do presidente que é quem engana todos. Com ele era tudo estranho. E aparecia o Mendes e o Mendes tal, e, logo, ele cobra do Mendes, claro. Ele pagaria ao Mendes que é a ele, porque, digamos, que o álibi do presidente do Porto é o Mendes, não?”, aponta também Florentino na mesma conversa.

O Mendes e o presidente do Porto sacaram o dinheiro ao russo [Abrahmovich], com o Mourinho, com o [Ricardo] Carvalho, com o [Paulo] Ferreira, sacam-lhes o dinheiro e esse dinheiro, o que se passa, é que o levam para a Suíça”, salienta ainda a propósito dos vários negócios do FC Porto com o Chelsea, em 2004.

“Se é preciso irritar alguém dos que estão na pomada, alguém tem que nos dar a pista dessa conta na Suíça“, conclui Florentino.

Mourinho e Ronaldo são “malcriados” e têm “ego terrível”

Noutro áudio de 15 de Outubro de 2012, Florentino critica Ronaldo e Mourinho.

“Este tipo é um doente”, “não é normal”, aponta sobre o actual jogador da Juventus, referindo “todas as tonterias que faz”.

“O Mendes não manda nada nele, tal como o Mendes não manda nada no Mourinho, nada de nada”, destaca. “São tipos com um ego terrível, malcriados os dois, o treinador e ele e, então, não veem a realidade como tu porque podem ganhar muito mais dinheiro”, critica.

“São dois anormais porque estamos a falar de muito dinheiro, o tema dos direitos de imagem”, aponta também.

“Além disso, com essa cara que têm, com essa maneira tão desafiante que cai mal a toda a gente”, acrescenta.

Cristiano Ronaldo deixou o Real Madrid a 10 de Julho de 2018 depois de especulações que davam conta do mal-estar na sua relação com Florentino Pérez.

Mourinho abandonou o comando do clube madrileno em 2013, após ter chegado a acordo para a rescisão. O seu contrato tinha duração até 2016.

Nessa altura, Florentino assumiu publicamente que Mourinho tinha “uma exigência muito grande” com os jogadores e que, “em algumas ocasiões, passou dos limites“.

Fábio Coentrão “é um idiota”

El Confidencial revela ainda um áudio de 15 de Outubro de 2012, onde Florentino Pérez fala de Fábio Coentrão, salientando que “não tem cabeça” e que é “um idiota”.

“Agora mesmo está cagado por jogar no Madrid“, nota, realçando que foi afectado pela pressão e que “é um pouquito anormal porque conduz sem carta”.

Coentrão esteve sete anos ligado ao Real Madrid, de 2011 a 2018. Contudo, de 2015 a 2016 foi emprestado ao Mónaco e de 2017 a 2018 jogou no Sporting, também por empréstimo.

Casillas é como um “cachorrinho”

Num áudio de 2 de Abril de 2008, o alvo é Iker Casillas com Florentino a notar que “é muito curto” e que se nota que fica “ausente” quando tem algum problema com a companheira. “É como um menino pequeno”, um “cachorrinho”, uma “boneca de trapos”.

O presidente do Real Madrid considera ainda que se se empenhasse mais, o então guarda-redes do Real Madrid seria “o número um” porque tem “condições espectaculares”, apesar de lhe “faltarem alguns centímetros“.

Noutro áudio de 11 de Setembro de 2006, Florentino chega a lamentar que é “uma coisa apavorante” o facto de todos gostarem de Casillas.

Mas, no âmbito do futebol, “Casillas não tem nem estatura, nem vê bem”, salienta, frisando que tinha de “ir ao oculista” e criticando o seu desempenho nos cantos e nos remates de longa distância.

Iker Casillas deixou o Real Madrid em 2015, assinando pelo FC Porto, depois de ter feito toda a carreira no clube espanhol. Em 2020, o guarda-redes voltou ao Santiago Bernabéu para ser assessor de Florentino Pérez após se ter retirado dos relvados depois de ter sofrido um enfarte do miocárdio, em 2019, no Porto.

Susana Valente, ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui