Imagens de maus tratos numa prisão para menores, divulgadas por um canal de televisão local, estão a chocar a Austrália. 

O canal de televisão ABC foi o responsável por divulgar as imagens que, nos últimos dias, estão a chocar a população australiana.

Segundo a BBC, fotografias e vídeos mostram jovens de um centro de detenção juvenil, situado no norte do país, serem vítimas de maus tratos e de tortura.

Em alguns casos, vê-se os jovens sem roupa, feridos, encapuzados e acorrentados a cadeiras de imobilização.

Outras denúncias alegam que os guardas chegaram mesmo a lançar gás lacrimogéneo a alguns dos detidos.

O primeiro-ministro australiano, Malcolm Turnbull, anunciou a abertura de um inquérito para investigar o caso.

“Como todos os australianos, estou profundamente emocionado, consternado e horrorizado com as imagens de maus tratos no centro Don Dale”, disse.

O chefe do governo do Território do Norte, Adam Giles, assumiu a responsabilidade pelo ocorrido nos centros de detenção e disse estar “surpreso e enojado” com estas imagens.

O procurador-geral do Território do Norte, John Elferink, que tinha a ser cargo os centros de detenção, já foi destituído do cargo.

O advogado John Lawrence comparou o tratamento dos jovens com os métodos usados na base norte-americana de Guantánamo, em Cuba.

“Estamos a falar de crianças acorrentadas com algemas nos tornozelos, nos punhos e na cintura. Isto está a acontecer na Austrália, no ano de 2016″, condenou o advogado durante o programa, citado pela emissora.

“Se um de nós tratasse os nossos filhos desta maneira provavelmente seria acusado de um crime e as crianças seriam-nos retiradas”, acrescentou.

ZAP / BBC

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.