foto: Tiago Petinga / Pool / Lusa

Graça Freitas disse, esta quinta-feira, que a abertura do período extraordinário de autoagendamento de vacinação dos jovens entre os 12 e os 17 anos foi adotado porque a adesão ficou abaixo das expectativas.

“O autoagendamento no período normal, porque estará muita gente de férias, em princípio, não teve a adesão que nós gostaríamos, e, portanto, há que adaptar as estratégias”, revelou a diretora-geral da Saúde, em declarações à RTP.

Segundo os números avançados pela responsável, de um universo de 410 mil jovens, mais de 160 mil estão inscritos. “Foi um autoagendamento, apesar de tudo, positivo, mas é preciso expandi-lo, e depois haverá outras metodologias para continuar a captar estas pessoas.”

A diretora-geral da Saúde lembrou que os riscos da vacinação existem, mas sublinhou que os benefícios superam. “As miocardites e pericardites podem ocorrer, mas veio a confirmar-se que são extremamente raras e têm uma evolução benigna, e isso é o mais importante”, esclareceu.

“Na balança, no peso entre benefício da vacinação nesta faixa etária e um potencial risco neste momento, com confiança, podemos dizer que o benefício supera os riscos de reações adversas, que existem para qualquer medicamento”, acrescentou.

“Quando a Direção-Geral da Saúde e os peritos que nos ajudem fazem uma recomendação universal – é como se estivéssemos a passar uma receita para todos – fazemo-lo porque avaliamos cuidadosamente os benefícios, os riscos da vacinação, e essa relação é positiva. Portanto, vamos vacinar-nos, porque estamos perante uma pandemia”, apelou Graça Freitas.

autoagendamento para a vacinação contra a covid-19 está desde a meia-noite de hoje reservado aos jovens entre os 12 e os 17 anos, prolongando-se até sábado em exclusivo para esta faixa etária.

A medida foi anunciada na segunda-feira pela task force responsável pelo plano de vacinação, que explicou que a vacinação destes utentes com a primeira dose de uma das duas vacinas aprovadas para este grupo etário – Pfizer/BioNTech e Moderna – vai ser efetuada no fim de semana de 28 e 29 de agosto.

Inicialmente, o autoagendamento estava previsto para a faixa etária entre os 12 e os 15 anos, mas o gabinete da task force anunciou hoje de manhã que reabriu também para os jovens de 16 e 17 anos.

Liliana Malainho, ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui