Uma mãe neozelandesa abandonou o bebé no carro, à porta de um supermercado, foi às compras e deixou um bilhete com o contacto telefónico. “A minha mãe foi às compras. Se eu precisar de algo, liguem-lhe”, podia ler-se na nota. Um casal leu e não acreditou… 

Uma mãe da Nova Zelândia foi protagonista de um caso que revoltou a comunidade local: deixou o bebé no interior do carro, acompanhado de um bilhete, enquanto foi fazer compras num supermercado.

A nota estava escrita como se a criança fosse a sua autora. “A minha mãe está a fazer compras. Se for necessário alguma coisa, liguem-lhe”, podia ler-se, sendo que o contacto telefónico acompanhava o bilhete.

Algumas pessoas passaram junto do carro, no parque de estacionamento, e ficaram chocadas com o que viram. Até que um casal decidiu aguardar que a mãe do bebé chegasse, para a confrontar com a situação, mas, acima de tudo, para garantir que o bebé estaria acompanhado.

“O bilhete estava escrito na perspetiva do bebé. Poderia ler-se: ‘a minha mãe está a fazer compras. Se eu precisar de algo, liguem-lhe’. E tinha o número de telemóvel ao lado”, relatou o homem, que denunciou o caso junto da imprensa.

Certo é que outra testemunha decidiu não aguardar e telefonou para esta mãe, confrontando-a com o facto de abandonar o próprio filho para ir fazer compras, deixando de cumprir os seus deveres como mãe.

Ma a história não terminou aqui. O caso não suscitou mais do que revolta. A polícia informou que não irá investigar este abandono de uma criança, uma vez que ninguém formalizou queixa contra a mulher.

A denúncia na imprensa não forneceu informações suficientes à polícia. “Não sabemos por onde começar [a investigação]”, revelou fonte das autoridades citada pelos jornais.

AUTOR: ÁLVARO CERQUEIRA
ptjornal
COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.