No próximo dia 5 de julho, o Bom Jesus do Monte em Braga, será proclamada Basílica, numa cerimónia solene, segundo a arquidiocese de Braga.

O Bom Jesus do Monte é visto como uma das grandes atrações da cidade de Braga. Atualmente composto pela famoso escadório e pelas Capelas e Passos da Paixão, remonta a 1811 e surgiu em substituição de um antigo templo barroco edificado no tempo de D. Rodrigo de Moura Teles.

Candidato a património da humanidade, pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) desde 2014, esta obra de cariz também arquitetónico ganha novo ênfase com esta elevação a Basílica.

Este é um título honorífico atribuído pelo Papa a igrejas que se distinguem pela sua riqueza arquitetónica e artística ou que se assumem como centros de devoção e peregrinação.

D. Jorge Ortiga, em declarações à agência ECCLESIA, afirma que “o Santuário do Bom Jesus e a sua envolvência merecem essa distinção, por todo o património edificado, pela paisagem e naturalmente por toda a arte que aquele santuário encerra”.

Neste momento o Santuário do Bom jesus do Monte, é palco de diversas iniciativas, concertos e uma conferência internacional intitulada “Vozes e contributos para o Bom Jesus a património mundial”, para além das obras de requalificação e de limpeza da edificação.

O Bom Jesus será assim a quarta basílica da cidade de Braga, juntando-se às dos Congregados, da Sé e do Sameiro.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.