Uma mistura das palavras bordel e doll (boneca, em inglês) dá nome ao primeiro bordel de bonecas sexuais na Alemanha. O Bordoll é gerido por Evelyn Schwarz, uma mulher de 29 anos, e composto exclusivamente por bonecas.

A Alemanha decidiu entrar no mundo da “prostituição plástica” depois do sucesso em Barcelona do primeiro bordel de bonecas sexuais do mundo. Segundo o The Independent, abriu em Dortmund o Bordoll, o primeiro bordel alemão de bonecas sexuais, onde qualquer pessoa pode alugar, por 80€ por hora, uma das 11 bonecas de silicone disponíveis.

Segundo o site oficial do Bordoll, as bonecas disponíveis são de “extrema qualidade”, importadas da Ásia. Cada uma custou cerca de 2 mil euros, pesa cerca de 30 quilos, tem nome próprio e é esteticamente única. A apresentação do serviço compara as bonecas a “verdadeiras mulheres de sonho”, “descomplicadas” e “sempre dispostas”.

As bonecas encontram-se classificadas numa de 4 categorias – “real”, “magra”, “fantasia” ou “anime” – e no site aparecem referenciadas ao lado de todas as suas especificações, desde a cor do cabelo ao tamanho das várias partes do corpo, além de uma lista de “serviços possíveis” de realizar pela boneca.

O bordel ganhou imensa popularidade, com as bonecas a serem alugadas até 12 vezes por dia, como reporta Schwa, sendo que 70% dos clientes regressa para uma segunda visita.

As mulheres de grande parte dos clientes reagem “com tolerância” à atividade dos maridos, chegando por vezes a “esperar lá fora no carro”, enquanto os homens têm sexo com as bonecas de silicone. “Vêem isto como um brinquedo”, explica Schwarz.

Recentemente, a dona do bordel teve a sua primeira má experiência com um cliente, que partiu uma das bonecas mais populares do bordel, a “Anna”, que teve de ser substituída.

ZAP //

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.