Aposta da Record em 2009, Gugu Liberato deixa a emissora após cortes na verba do seu programa e demissões na sua produção.

Segundo informou o colunista Ricardo Feltrin, do Uol. O canal passa por rigorosa redução de orçamento e dispensou, no início desta semana, 5% dos cerca de 6 mil funcionários em São Paulo e no Rio de Janeiro.

O apresentador rescinde o contrato mais de quatro anos antes do fim por não aceitar que o seu salário, estimado em R$ 3,5 milhões, fosse reduzido.

Na manhã desta quinta-feira, 6, o comunicador citou Fernando Pessoa no Instagram, dando pistas do seu novo momento. “Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já têm a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos”.

Antes da saída de Gugu ter sido divulgada, o vice-presidente da emissora, Honorilton Gonçalves, afirmou que o canal fazia uma revisão de gastos em programas e citou o apresentador. “O Gugu está passando pela mesma análise que todos os produtos, para definirmos o que será feito com ele. Todos devem ser rentáveis”, disse, em entrevista à Folha de S. Paulo. Segundo Gonçalves, o mercado anunciante é que dita os programas que continuam na grade.

Rumores apontam que o substituto mais provável para o horário é Rodrigo Faro.

Tensa, a produção do ‘Programa do Gugu’, com cerca de 40 funcionários, aguarda o comunicado oficial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui