Policiais civis encontraram na tarde desta sexta-feira o corpo da adolescente Tayná Adriane da Silva, 14 anos, morta após ser estuprada na cidade de Colombo, na região metropolitana de Curitiba – Brasil.

adolescente-mortaO corpo foi localizado em um matagal próximo ao parque de diversões onde a menina foi assassinada – e onde trabalhavam os quatro suspeitos dos crimes, presos ontem. Três deles confessaram o crime. Policiais promoviam buscas pelo corpo desde a manhã de hoje, inclusive com a participação de dois dos presos. Familiares da vítima e moradores da região tentaram linchar os suspeitos durante os trabalhos.

 Moradores do bairro São Dimas, onde a menina morava e onde ocorreu o crime, se revoltaram com a notícia da prisão dos quatro presos, ainda na tarde de ontem. Horas depois, um grupo foi até o parque de diversões e destruiu brinquedos. Moradores também colocaram fogo em algumas estruturas pertencentes ao espaço. Ninguém foi preso pelo vandalismo. Nesta sexta-feira, familiares e amigos da vítima também bloquearam a estrada da Ribeira, BR-476, que corta a cidade.

Parana

 Tayná desapareceu na última terça-feira, depois de ir para a casa de amigos para fazer um trabalho escolar, mas não chegou ao destino. Ela fazia o mesmo trajeto diariamente. Com a comunicação do desaparecimento, a Polícia Civil em Colombo passou a investigar o caso e verificou as câmeras de segurança de estabelecimentos da região. Uma delas mostrava a menina pouco antes do parque e o outro equipamento não registrou a passagem da adolescente na sequência do trajeto, depois do espaço de lazer. Uma denúncia anônima também ajudou na localização dos suspeitos.

 Os três presos que confessaram os crimes contaram que agarraram a adolescente quando ela passou em frente ao parque de diversões. Os homens a levaram para um matagal, onde ocorreu o estupro e o assassinato. O corpo foi enterrado próximo ao parque. Os presos ainda citaram que já tinham visto a jovem passar com frequência pelo local.

Em português do Brasil
TERRA
COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.