O menino Kauã Davi de Jesus Santos, de 7 anos, morreu, por volta das 5h da manhã deste sábado (04/01). Ele estava internado havia três dias, após ter o braço sugado pelo ralo da piscina do condomínio Residencial Privé das Thermas I, em Caldas Novas (Estado de Goiáas), depois de ficar submerso por quase 10 minutos.

Segundo o boletim médico divulgado pelo o Hospital Santa Helena em Brasília, a criança “teve piora significativa de seu estado clínico durante a madrugada (…). Após sucessivas tentativas de manobras de reanimação, na Unidade de Terapia Intensiva deste hospital, o paciente foi a óbito por falência de múltiplos órgãos”.

O ACIDENTE
O acidente aconteceu quando o menino estava na piscina do condomínio Residencial Privé das Thermas I, em Caldas Novas, na última quarta-feira (1/1).

Segundo o Corpo de Bombeiros, que fez o resgate da criança, o cano onde o menino ficou preso tem um sistema que suga a água e a devolve para a piscina através de uma cascata. Eles acreditam que o garoto ficou mais de dez minutos embaixo da água.

Logo depois do acidente, a criança foi transferida de helicóptero para a Unidade de Terapia Intensiva do hospital no Distrito Federal, onde mora com a família.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.