Lula da Silva ex-operário metalúrgico, chegou ao poder em 2003 e durante os oito anos da sua presidência, fez com que milhares de pessoas saíssem da extrema pobreza, conseguiu que a energia elétrica chegasse a áreas rurais, o analfabetismo diminuiu e o Brasil aumentou o seu prestígio internacional.

As grandes desigualdades sociais e económicas não desapareceram no Brasil, Lula da Silva foi acusado de nestas suas “reformas”, se esquecer da classe média, que reivindicava melhores condições de vida. O ensino, a saúde e os transportes continuaram a ser setores de um país profundamente atrasado.

O Brasil é verdadeiramente frágil em termos económicos e políticos, a corrupção esteve sempre associada ao poder político, numa altura em que a economia muda os seus fracos alicerces de crescimento ressentem-se com isso. Parece que não haverá solução para a presidência de Dilma, esta está condenada e Lula, o ídolo popular e presidente carismático, está numa situação de enfraquecimento, perante as acusações de que tem sido alvo.

O juiz federal Sérgio Moro, comanda a operação “Lava Jato” e pretende desmontar as redes de corrupção e lavagem de dinheiro no Brasil. A operação “Mãos Limpas” irá acabar com a impunidade dos mais poderosos, mas enquanto as investigações se desenrolam, o Brasil está a ferro e fogo e haverá justiça, a presidência de Lula será castigada, mas é o suficiente para resolver a corrupção no Brasil, profundamente enraizada no sistema político?

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.