O número de mortos no incêndio na discoteca Kiss, em Santa Maria, no Brasil, foi corrigido hoje para 234 pelo Instituto Geral de Perícias do Rio Grande do Sul, elevando em três o total de vítimas.

O instituto explicou que não se tratam de novos corpos encontrados, mas de nomes que não constavam na lista enviada às autoridades.

“Houve uma confusão de listas, havia vários órgãos a fazer a contagem no ginásio e agora fizemos essa recontagem, já com a cabeça mais fria”, explicou um funcionário do Instituto de Perícias à Lusa, pelo telefone.

A Polícia Civil segue com as investigações para apurar as causas e os responsáveis pelo incêndio.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui