RIO – Pelo menos sete pessoas morreram e nove ficaram feridas num acidente envolvendo um ônibus da linha 328, que seguia da Ilha para o Centro, que caiu do Viaduto Brigadeiro Trompowski na pista lateral da Avenida Brasil, sentido Centro, altura da Ilha do Governador, na tarde desta terça-feira. O coletivo foi desvirado no início da noite, e funcionários da Comlurb fizeram a limpeza no local. Os feridos foram levados para os hospitais Federal de Bonsucesso, Souza Aguiar, Saracuruna e Getúlio Vargas. Os corpos já foram retirados do local e levados para o IML.

Pelo menos duas pessoas que foram levadas para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, estão politraumatizados e em estado grave. São dois homens. Duas pessoas estão internadas no Hospital Federal de Bonsucesso, Uma adolescente de 17 anos, que estava no ônibus, quebrou a clavícula e tem traumatismo craniano leve. Ela está na emergência, em observação. Já uma mulher de 59 anos, que assistiu ao acidente e teve um mal súbito, deu entrada no hospital com insuficiência respiratória. Ela está na Unidade de Pacientes Graves da emergência.

Até o momento, seis dos sete mortos foram identificados. De acordo com os bombeiros, são eles: Luiz Antônio do Amaral, de 41 anos; Marcius Flávio do Nascimento, de 36 anos; Oséias da Silva Cardoso, de 39 anos; Ângela Maria Reis da Silva, de 62 anos; Francisco Batista da Souza, de 40 anos; e José Aparecido de Jesus, de 41 anos. Apenas o corpo de uma mulher ainda não foi identificado.

Em entrevista à Globonews TV, o comandante do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil, Sérgio Simões, afirmou que os feridos no acidente de ônibus na Avenida Brasil foram resgatados de helicóptero. Ele ainda não sabe a gravidade das vítimas:

– Confirmamos sete mortos, sendo cinco homens e duas mulheres. Trabalhamos com a informação de seis feridos. Sabemos que algumas dessas pessoas foram removidas pelo helicóptero, o que pode indicar uma gravidade maior. Estamos com seis unidades do Corpo de Bombeiros, equipes de resgate, salvamento e pré hospitalar. Ao todo são cerca de 50 bombeiros militares. Estamos trabalhando em sintonia com o COR e estamos voltados para liberar o mais rápido possível as vias. Já mobilizamos máquinas para retirar o ônibus – afirmou.

Bombeiros dos quartéis de Ramos, Benfica, Penha, Méier, Ilha do Fundão e Grupamento de Busca e Salvamento foram acionados e a via chegou a ficar totalmente interditada nos dois sentidos para o pouso de dois helicópteros. De acordo com o Centro de Operações da Prefeitura do Rio, todas a faixas da Avenida Brasil foram liberadas em ambos os sentidos, mas chegaram a ficar interditadas por cerca de três horas.

Para auxiliar os trabalhos de resgate e ordenar o tráfego na Avenida Brasil e vias de acesso, a CET-Rio disponibilizou 48 operadores de trânsito e reforçou o efetivo na Linha Vermelha e na Rua 24 de Maio,principais rotas de desvio. Também foi suspensa a rendição dos turnos de operação que se encerrariam às 18 horas. Mensagens informando sobre a interdição foram divulgadas em 18 painéis de mensagens variáveis em toda a cidade. Devido ao acidente, o tráfego apresenta retenção até a altura doTúnel Rebouças, para quem segue no sentido Zona Oeste da Avenida Brasil, e até a altura de Cordovil, no sentido Centro. A melhor opção para os motoristas é seguir pela Linha Vermelha ou pelas vias internas dos bairros.
Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/rio/onibus-cai-do-viaduto-brigadeiro-trompowski-na-avenida-brasil-8007057#ixzz2PLm9jvOp
NOTICIA O GLOBO/Infoglobo Comunicação e Participações S.A. (Brasil)

ESCRITO EM PORTUGUÊS DO BRASIL
COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui