O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, foi reeleito presidente do Sporting, cargo que assumirá até 2021.

 O acto eleitoral bateu o recorde de votantes em eleições presidenciais, tendo registado a entrada de 18.755 boletins de votos, com filas que davam várias voltas ao redor do estádio de Alvalade e cujos sócios demoravam em média 2 horas para votar, bateram assim as mais concorridas, em 1988, e que elegeram Jorge Gonçalves.
Bruno Carvalho, líder da Lista B, foi hoje reeleito presidente do Sporting, para os próximos quatro anos, ao vencer as eleições realizadas no sábado com 86,13% dos votos.

Pedro Madeira Rodrigues, candidato à presidência pela Lista B, teve 9,49% dos votos, segundo confirmou à Agência Lusa fonte de uma das candidaturas.

Para a Assembleia Geral, a Lista B venceu com 82,49%, contra 10,6% da Lista A.

Em declarações à imprense, Jaime Marta Soares, presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting, afirmou ainda que foram rejeitados 1.480 votos por problemas com a confirmação notarial, motivo pelo qual o ato eleitoral de hoje não ultrapassou a barreira dos 20 mil votantes.

“Este é um dia histórico para o Sporting. Dos números que tenho, em termos do que era o recorde de votação, em 1988, com 17.093 votos, nas eleições de 2013, com 16.055. Hoje atingimos um número de 18.755 eleitores. O voto eletrónico foi de 15.444 e o voto por correspondência 3.311”, disse o dirigente.

ZAP // Lusa

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui