O início do ano académico volta a trazer à discussão pública as praxes e não pelas melhores razões. Em Faro uma caloira foi parar ao hospital depois de ser enterrada na areia e de ter entrado em coma alcoólico.

A praxe académica terá ocorrido após a hora de jantar com a praia como cenário. Os caloiros terão sido chamados para mais uma prática de receção académica, que consistiu na abertura de buracos na areia onde estes foram enterrados apenas com a cabeça de fora. Segundo testemunhas, aos caloiros ali enterrados foram dadas bebidas alcoólicas pelos “padrinhos” de praxe. Mas tudo terá começado com um banho “forçado” nas águas da Ria Formosa.

Terá sido neste contexto que uma jovem caloira do Curso de Biologia da Universidade do Algarve entrou em coma alcoólico e teve de ser transportada ao Hospital de Faro, onde se encontrou alguns dias em observação.

Tendo em conta as ocorrências na praia do Meco que tiraram a vida a seis estudantes e que vieram, mais uma vez, alertar para as práticas abusivas cometidas nas praxes académicas, esta situação não poderia passar sem uma investigação.

O Reitor da Universidade de Faro, em nota informativa, relembrou que já havia alertado que não haveria tolerância “contra os direitos à integridade física e moral, à liberdade e à segurança de qualquer estudante, direitos esses consagrados na Lei e, por isso, acima de qualquer praxe, regulamento ou tradição”, sendo que será averiguada esta situação e aplicadas as devidas sanções disciplinares, caso se justifiquem.

Também o Governo que promove pela segunda vez uma campanha contra os comportamentos abusivos e humilhantes em contexto de praxes, mantém ativo o email  praxesabusivas@mec.gov.pt, para o qual podem ser encaminhadas as queixas.

Os pais da caloira indignados com a situação já apresentaram queixa-crime e aguardam o desenrolar do caso.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.