A seleção portuguesa de canoagem estreou-se hoje nos Mundiais de maratonas com duas medalhas, o ouro e bronze em C1 sub-23, alcançadas em Copenhaga por Samuel Amorim e Rui Lacerda, respetivamente.

Os Mundiais estão “ganhos” logo ao primeiro de três dias de competição com o objetivo dos dois pódios estipulado pelo selecionador Rui Câncio já atingido, mas Portugal poderá ganhar mais medalhas.

Os K1 José Ramalho (vice-campeão da Europa e do Mundo de seniores) e Alfredo Faria (bronze mundial sub-23 em 2012, quinto nos europeus absolutos deste ano e prata nos Jogos Mundiais) são candidatos ao pódio no sábado, tal como o K2 Miguel Rodrigues/Francisco Magalhães, hoje quinto e sexto em K1 júnior.

Samuel Amorim conquistou o terceiro título mundial da história da canoagem de maratonas – após o K1 Beatriz Gomes em 2009 e da C1 Nuno Barros em 2010 -, ao chegar isolado ao fim de 21,5 quilómetros.

O limiano adiantou-se na parte final ao campeão da Europa Rui Lacerda, que foi quem forçou o ritmo na última volta e pagou o esforço nos últimos metros ao perder, por dois segundos, a prata para o francês Pierrick Martin, que chegou a sete segundos de Samuel Amorim.

Com estes dois pódios, Portugal soma este ano já 12 medalhas em campeonatos da Europa e do Mundo.

Em destaque estiveram igualmente os K1 juniores Miguel Rodrigues e Francisco Magalhães, quinto e sexto, respetivamente, prejudicados no fim de uma portagem (percurso de quase 100 metros em que os canoístas pegam nos caiaques e correm com eles por terra até voltar à água), pois no regresso à água foram “travados” por um elemento feminino e com isso perderam tempo que se revelou determinante.

Bronze europeu, Miguel Rodrigues ainda recuperou e integrou o quinteto que partiu junto para os últimos 750 metros, mas pagou o esforço da regressar ao grupo e já não disputou o “sprint”. Francisco Magalhães estreou-se em maratonas internacionais com resultado de relevo.

A única mulher da seleção, Joana Marinho Sousa, sexta nos europeus, foi 11.ª em K1 sub-23, a 2.17 minutos de Tenealle Hatton, da Nova Zelândia (1:42,36 horas), numa prova em que a campeã europeia, a italiana Susanna Cicali, foi apenas oitava, a 1.47 do título.

O mesmo 11.º foi atingido pelo “franzino” – 1,60 metros e 52 quilos – José Machado, a 3.58 minutos do húngaro Kristof Khauth, sendo que o luso (quinto nos Europeus) perdeu o 10.º posto por meio barco.

Em K1 sub-23, Roberto Martins foi 17.º.

Programa dos portugueses para sábado (horas de Lisboa):

– Juniores:

08:30 K2 Miguel Rodrigues (Gemeses)/Fábio Magalhães (CN Ponte de Lima) e Eduardo Pereira/João Campos (CF Vilacondense).

08:40 C2 Diogo Pimentel (CN Prado)/Flávio Tavares (Saavedra Guedes).

– Seniores:

13:45 K1 José Ramalho (CF Vilacondense) e Alfredo Faria (Gemeses).

Lusa

FOTO:HUGO DELGADO/lusa

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.