A cantora brasileira, de 63 anos, foi encontrada morta, esta quinta-feira, num carro incendiado.

Loalwa Braz Vieira, conhecida pelo hit musical “Chorando Se Foi” e ícone da lambada, foi encontrada morta esta quinta-feira, 19 de janeiro, em Saquarema, Rio de Janeiro.

Há indícios de crime, uma vez que o corpo da cantora, de 63 anos, estava carbonizado no interior do carro incendiado.

Segundo a polícia, cujas declarações foram divulgadas pela Globo, dois a quatro homens invadiram a pousada de Loalwa, onde era dona e vivia, e colocaram-na no carro onde o corpo foi encontrado.

De acordo com testemunhas, a cantora gritou por socorro e um funcionário alertou a polícia. Acabou por ser encontrada já sem vida.

O grupo usou uma botija de gás para provocar o incêndio. Também o sótão da pousada foi queimado.

Loalwa nasceu no Rio de Janeiro e iniciou a carreira aos 13 anos. Ficou mundialmente conhecida como a voz da lambada, ritmo que se consagrou nos anos 80.

Enquanto vocalista do grupo Kaoma, alcançou o top com “Chorando se foi”, que foi um sucesso em 116 países. Um dos discos mais famosos foi ‘Worldbeat’ (1989), que, além de “Chorando se foi”, trazia a faixa “Dançando lambada”.

Deixa uma carreira com mais de 25 milhões de discos vendidos e mais de 80 discos de ouro e de platina. Era ainda membro da Academia Francesa de Artes, Ciência e Letras, pela qual foi condecorada com a medalha de prata.

// Move

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui