As duas candidatas ao título mundial de surf feminino, a havaiana Carissa Moore e a australiana Tyler Wright, qualificaram-se para os quartos-de-final do Cascais Girls Pro, oitava e última etapa do circuito.

As duas foram relegadas para a repescagem, na terceira eliminatória, mas ambas garantiram a manutenção em prova, sendo que agora Tyler Wright, que estava no segundo lugar do “ranking”, passa a ter vantagem sobre Carissa Moore, que liderava com 200 pontos de avanço.

Com o avanço de Wright para os “quartos”, ao afastar a norte-americana Lakey Peterson, e uma vez que exclui o pior resultado do ano [nono lugar na etapa neozelandesa], caso sejam afastadas na mesma ronda a australiana sagrar-se-á campeã do Mundo pela primeira vez.

Carissa Moore, vencedora do circuito em 2011, e que hoje eliminou a australiana Stephanie Gilmore, vencedora do circuito em 2007, 2008, 2009, 2010 e 2012, só conseguirá reconquistar o cetro se chegar mais longe do que a “rival”.

A disputa deverá ser retomada no sábado nas baterias que vão dar acesso às meias-finais, a partir das 08:30, novamente na praia do Guincho, em Cascais, com os embates entre Morre e a sul-africana Bianca Buitendag e entre Wright e a compatriota Sally Fitzgibbons, terceira do “ranking” mas já afastada da luta pelo título

As norte-americanas Sage Erickson e Courtney Conlogue, a havaiana Coco Ho, vencedora do Rip Curl Search disputado em Peniche, em 2009, e a neozelandesa Paige Hareb também atingiram hoje à tarde a presença nos quartos-de-final e garantiram, pelo menos, um quinto lugar na competição.

Na manhã de hoje, a “wildcard” Teresa Bonvalot, única representante portuguesa na prova, “caiu” na segunda eliminatória, de repescagem, ao somar 8,64 pontos (4,57 e 4,07 pontos), menos 1,53 pontos do que Coco Ho (10,17).

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.