Mais de um mês após a demissão de 66 chefias do Centro Hospitalar de São João no Porto, surge o relatório que nos dá conta da realização de mais consultas e cirurgias no primeiro semestre de 2014, relativamente ao período homólogo de 2013.

O relatório sobre o desempenho do hospital surge após a demissão de variadas chefias do hospital que justificaram a sua atitudes devido aos problemas de funcionamento do hospital. Segundo os resultados registados o Centro Hospitalar de São João não só consegui realizar mais consultas e cirurgias, como diminuiu o tempo de espera e os custos operacionais, comparativamente a 2013.

Assim, é de salientar que no primeiro semestre deste ano, a média do tempo de espera para cirurgia registou uma redução de 4 dias, fixando-se agora em 71 e a média do tempo de espera para consulta passou de 84 para 75 dias. Em igual período de tempo, verificou-se o aumento de 10% das primeiras consultas externas efetuadas no centro hospitalar e 5,1% de aumento relativo às consultas externas.

No que concerne a cirurgias, o estudo regista 22.815 cirurgias, registadas nos primeiros 6 meses do ano, o que representa “um aumento de 4,8%”, das quais 11.600 foram convencionais e 11.215 em ambulatório. A cirurgia de ambulatório aumentou 7,2% face a período homólogo. Esta é aliás política de gestão dos recursos do hospital que tenta rentabilizar o tempo e dos equipamentos através da cirurgia de ambulatório.

Em termos económicos e financeiros, “os custos operacionais baixaram”, informações do hospital indica que o prazo médio de pagamento a fornecedores sofreu uma diminuição, reduzindo de 200 para 112 dias, uma redução de 44% relativamente ao mesmo período de 2013.

No final de Junho, a dívida a fornecedores externos era de 41 milhões de euros, reduzindo 49,5% face aos 81,2 milhões registados em Junho de 2013.

Os lucros antes de juros, impostos, depreciações e amortização( EBITDA) foi superior ao período homólogo, cifrando-se em Junho, em 3.378.722 de euros positivos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui