Mariana Mortágua acusa, na sua página de Facebook, o Goldman Sachs de ter agido contra a Europa e de a Comissão Europeia nunca ter protegido “os povos da Europa contra a Goldman Sachs”.

Considera, por isso, curioso o facto de a “Goldman Sachs [ter contratado] para seu presidente Durão Barroso, o homem que foi presidente da Comissão Europeia enquanto tudo isto se passava”.

“O Goldman Sachs contribuiu para a crise financeira que contribuiu para destruir a Europa. O Goldman Sachs maquilhou as contas do governo grego. O Goldman Sachs especulou contra as dívidas públicas europeias e ganhou com a crise que criou”, escreve a deputada do Bloco de Esquerda, considerando que o grupo financeiro “está a mostrar quem manda”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui