O mercado online ganhou novos adeptos na última meia década no nosso país. Segundo a Associação da Economia Digital, em 2014, a faturação do comércio eletrónico atingiu os 2,9 mil milhões de euros.

 

Segundo o estudo da Economia Digital em Portugal (2009-2020), apresentado nesta terça-feira pela Associação da Economia Digital (ACEPI), mais de um quarto da população portuguesa já efetua compras pela Internet. Nos últimos cinco anos o número de compras online duplicou, tendo-se atingido em 2014 uma faturação de 2,9 mil milhões de euros.

Ainda relativamente ao mesmo ano o número de consumidores atingiu os 2,7 milhões, prevendo o mesmo estudo que em 2020 o número de pessoas que fará compras online atingirá os 4,5 milhões.

O estudo refere ainda resultados do comércio eletrónico entre empresas (B2B) e com o Estado (B2G), afirmando que estes duplicaram entre 2009 e 2014, para os 45 mil milhões de euros, estimando-se que em 2020 estes abeirem aos 79 mil milhões de euros.

De referir que os produtos mais comprados pelos portugueses na Internet, se encontram na área dos equipamentos móveis, seguindo-se o alojamento, vestuário, viagens e livros.

O pagamento através da referência multibanco é o método preferido dos consumidores online portugueses, assim como o computador é o meio mais usado para comprar.

Estima que o número de compradores online continue a aumentar de forma rápida e consistente no país, tal como se verificou nos últimos 5 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui