Foto: torek / Flickr  //

Talvez no futuro os automóveis autónomos consigam levar passageiros bêbedos até casa sem colocar outras pessoas em risco, mas por agora não se pode esperar que nem mesmo um Tesla faça isso. Já é muito bom que consiga decidir sozinho que o melhor a fazer é… parar.

 A polícia de São Francisco foi esta sexta-feira surpreendida ao encontrar um Tesla parado na faixa de rodagem de uma ponte, com o condutor a dormir atrás do volante. O condutor terá começado por dizer que a culpa não era sua, e que deveria ser algum problema no sistema de Autopilot do seu Tesla.

Mas, segundo uma nota publicada pela polícia no seu perfil no Twitter, depressa se veio a descobrir que o condutor estava com o dobro do limite de álcool permitido… o que faz suspeitar que o Tesla terá detectado a necessária falta de actividade regular por parte do condutor e decidido parar em modo de emergência.

Embora não seja muito recomendável ter um carro parado no meio de uma ponte movimentada, a alternativa – ter um carro a continuar a conduzir sozinho sem capacidade para lidar com aquilo que viesse a encontrar – seria bastante pior e poderia ter resultado em acidente grave que vitimasse não só o condutor do veículo como outras pessoas.

 A aparente decisão de se imobilizar por falta de actividade do condutor acaba por ser o comportamento mais adequado do Tesla.  faltou ter alertado automaticamente as autoridades – algo que poderia ser importante, por exemplo, se a imobilidade do condutor tivesse sido causada por um ataque cardíaco ou outro problema de saúde.

O condutor foi entretanto detido e acusado por condução sob influência do álcool. Por seu turno, o Tesla foi rebocado para as instalações municipais. E não, nota com humor o post da polícia, não se conduziu sozinho até lá.

ZAP // Aberto até de Madrugada

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.