O grupo Porto Editora lançou a semana passada a Coolbooks, uma chancela que pretende contribuir para a edição de livros em formato digital, respondendo assim a uma mudança dos hábitos de leitura criados pela evolução de dispositivos móveis.

A Coolbooks foi criada com o objetivo de divulgar o trabalho de novos autores de língua portuguesa e tem como função a edição de livros apenas em suporte digital. Com este projeto o grupo Porto Editora pretende dar oportunidade a novos autores portugueses de editarem os seus livros, independentemente do género literário em que a sua escrita se encaixa.

Esta é também a resposta às muitas propostas de edição que o grupo recebe, a maioria delas com qualidade mas cuja edição em papel seria, segundo Vítor Gonçalves responsável pela chancela,arriscada.
Em constante atualização e respondendo de forma ativa à mudança do mercado de edição, este novo projeto é a resposta à tendência de leitura digital que embora em Portugal ainda não represente a preferência da maioria dos leitores, é já uma realidade em países como a América e Londres.
O lançamento da Coolbooks aconteceu a 22 de Abril, mostrando aos leitores uma pequena amostra do que será o seu trabalho a nível da edição digital. Do primeiro catálogo fazem parte sete livros, cujo género varia entre romance, policial, ficção erótica e conto. De entre os autores encontram-se nomes como Carla Soares, Vasco Saragoça, José Filipe, Fernando Pessanha, Rui Péricles e Olinda Gil.

A criação da Coolbooks promete abrir portas ao mercado da edição digital português, promovendo o trabalho de novos autores que procuram a oportunidade de verem o seu trabalho reconhecido.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.