FOTO: ZAP // Alberto Morante / EPA

Espanha registou, nas últimas 24 horas, 849 mortos com o novo coronavírus, um novo recorde de falecidos num só dia, elevando o balanço total para 8189.

Os números do Ministério da Saúde espanhol revelam ainda um aumento de 9222 no número de infetados, um crescimento dos novos casos positivos, depois dos 6398 anunciados na segunda-feira.

Desde o início da pandemia, o país registou um total de 94.417 casos de covid-19, dos quais 8189 morreram e 19.259 tiveram alta e são considerados como curados.

Espanha é o segundo país mais afetado pela covid-19 no mundo, depois de Itália, que é o país com mais vítimas mortais (mais de 11 mil mortos). Atualmente, os Estados Unidos são o que tem o maior número de infetados (143.055).

Entretanto, esta terça-feira, foram proibidas as cerimónias fúnebres e os funerais não podem ter mais do que três pessoas presentes para impedir a propagação da pandemia.

“A celebração de cultos religiosos ou cerimónias fúnebres civis é adiada até ao final do estado de alerta”, que prevê o isolamento geral da população, pelo menos até 11 de abril, explicita o decreto-lei publicado.

Na Alemanha, registaram-se hoje 583 vítimas mortais, um aumento de mais de uma centena em relação ao dia anterior, de acordo com dados oficiais do Instituto Robert Koch.

Segundo a entidade responsável pela prevenção e controlo de doenças, o país contabiliza 61.913 casos diagnosticados, um crescimento de 4615.

O novo coronavírus já infetou mais de 750 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 36 mil. Dos casos de infeção, pelo menos 148.500 são considerados curados.

ZAP // Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui