O dia de ontem foi nefasto para as ambições desportivas que Hélder Rodrigues ainda acalentava para este Dakar 2015, pois perdeu 3 horas a reparar uma avaria elétrica. Depois de ter vencido a 6ª etapa, o piloto oficial da Honda tinha conseguido uma excelente primeira parte da etapa maratona realizada no Bolívia onde viu a sua diferença para o lider da prova ser ligeiramente encurtada. A partida de Uyuni feita em grupos de 30 pilotos de cada vez e que foi muito criticada pela generalidade dos concorrentes devido à falta de condições de segurança em que se apresentava a pista no lago salgado onde os Helder 81concorrentes iriam rolar ao máximo da velocidade que as suas motos lhes proporcionavam, acabou por ter em Hélder Rodrigues um dos primeiros a cumprir essa fase delicada da prova. Todavia, já perto da neutralização, um problema eléctrico na sua Honda viria a obrigar o piloto português a parar para reparar a moto.

Foi um dia muito difícil para a equipa. Tivemos problemas e nós perdemos tudoo que até aqui tinhamos conseguido conquistar: meu lugar na classificação geral, a liderança de Joan …. Foi muito complicado. O sal deu cabo das motos e estragou tudo. Vou continuar, quero tentar ganhar algumas etapas e ajudar a equipa a terminar com o melhor resultado possível”, salientou em Iquique, Hélder Rodrigues, piloto oficial da Honda, apoiado pela MEO e Red Bull.

A não perder as  reportagens da prova mais dura do mundo todos os dias no Eurosport pelas 22h.

Mais informações sobre a prova em: www.dakar.com

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.