Hélder Rodrigues regressou a Portugal depois de ter alcançado o 5º lugar na edição de 2016 do Dakar. Está foi a 7ª vez que o piloto oficial da Yamaha terminou a corrida no Top 5. Ao longo destes 10 anos de Dakar Hélder Rodrigues subiu por duas vezes ao pódio e averbou oito vitórias em etapas, uma das quais na penúltima etapa do Dakar 2016. De salientar que o piloto português completou este ano a sua décima participação no Dakar, sem nunca ter abandonado.HR12

À chegada a Lisboa Hélder Rodrigues fez um balanço da sua corrida. “ O balanço final é positivo. Estive com gripe. Não é desculpa, é verdade, e também existiram algumas partes técnicas que, no início, ainda não estava a 100%. Depois, na segunda semana, em que eu queria mesmo muito atacar, sofri uma luxação no ombro. Foram dias difíceis de ultrapassar. A partir daí as coisas começaram a melhorar, evoluímos a mota, eu também comecei a melhorar e a atacar com um nível e ritmo muito fortes”, referiu o piloto.

Uma das coisas que deixou Hélder Rodrigues muito satisfeito foi a fiabilidade da sua Yamaha. “Nunca tivemos nenhum problema em pista o que é muito bom e me permitiu ganhar muita confiança. Os últimos três Dakar foram muito difíceis. A mota parava sempre na pista e eu tinha de parar para a arranjar. Isso mexeu muito com a minha autoconfiança. Este ano voltei a conseguir fazer um Dakar sem ter de estar parado em pista e isso é muito importante para mim e para o meu futuro”, salientou o piloto oficial da Yamaha que anunciou a sua participação nas várias etapas de um Campeonato do Mundo que já conquistou em 2011.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.