Apesar de continuar adoentado Hélder Rodrigues realizou hoje a sua melhor prestação em etapas do Dakar 2016 sendo o 7º classificado na segunda parte da etapa maratona que ontem se iniciou com a boucle de San Salvador de Jujuy.

Aos comandos da Yamaha WR450 Rally, o piloto da formação oficial da Yamaha gastou 4h11m04s a percorrer os 327 quilómetros da especial que o levou até Uyuni na Bolívia.

A passagem do rali da Argentina para a Bolívia significou também um aumento brutal da altitude e uma passagem a mais de 4.600 metros de altitude a mais alta de toda a história do Dakar. Um registo que irá continuar ao longo de toda a etapa de amanhã.HR4

“Foi um bom dia para mim. Senti-me um pouco melhor e por isso consegui terminar entre os sete primeiros. Temos agora de fazer uma boa revisão à moto depois de dois dias muito duros, desta longa etapa maratona. Ainda temos mais duas importantes etapas, antes do dia de descanso em Salta, a que se segue uma segunda semana de rali, para a qual eu estou muito confiante”, salientou o piloto que ocupa agora a 13ª posição da classificação geral.

A etapa de amanhã, toda ela disputada entre os 3.500 e os 4.200 metros de altitude compreende a maior especial cronometrada desta edição do Dakar com 542 km. Alternando entre terra e areia a etapa promete muitas alterações de ritmo sendo a penúltima jornada antes do merecido dia de descanso que terá lugar em Salta no sábado no regresso da prova à Argentina.

Veja o vídeo 2016 Dakar Rally Has Kicked Off: https://www.youtube.com/watch?v=031XrFVOv5Y

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.