Morreu o piloto holandês Edwin Straver, que estava internado em estado crítico na sequência de uma queda de mota no rali Dakar, na Arábia Saudita.

Edwin Straver, piloto de 48 anos da KTM, estava hospitalizado em morte cerebral desde quinta-feira, dia em que sofreu um acidente durante a 11.ª etapa do Dakar. De acordo com o Jornal de Notícias, terá sofrido uma fratura numa vértebra cervical.

Após a queda, Straver foi encontrado já em paragem cardíaca, sendo depois transportado de helicópetro para um hospital de Riade, onde o óbito foi declarado esta quinta-feira.

Na altura, o holandês foi assistido pelo português Mário Patrão, que chamou a assistência médica, conta o jornal i. “Estava a ir no meu ritmo e ao quilómetro 120, enquanto estava a tentar encontrar um waypoint [ponto de passagem obrigatória], vi um piloto caído, chamei de imediato a equipa médica e estive a prestar auxílio até à sua chegada. Senti a pulsação no pescoço dele assim que me aproximei, mas, de repente, deixei de sentir”, contou o português.

O português Paulo Gonçalves, natural de Esposende, também perdeu a vida nesta edição do Dakar após um acidente de mota no passado dia 12 de janeiro.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui