Famílias que dependam da habitação do Estado e que já não preencham requisitos iniciais, vão ter o processo reavaliado

O Instituto de Habitação e Reabilitação Urbana, fará chegar ao Governo até ao fim de novembro, uma proposta que pretende acabar com o “caráter permanente da habitação social”. Esta medida irá permitir o despejo dos inquilinos que não justifiquem as dificuldades financeiras que inicialmente permitiram a atribuição do imóvel.

O Instituto concluiu que existe  a necessidade de “agravar as rendas quando existam rendimentos mais elevados”, revelou ontem ao Jornal de Notícias, o presidente daquele organismo, Vítor Reis, quando participava do III Congresso de Habitação Social.

Redação iPressGlobal

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui