As autoridades norte-americanas detiveram, esta quarta-feira, o suspeito de enviar as cartas contendo rícino ao presidente Barack Obama e ao senador Roger Wicker.


Segundo fontes do FBI, citadas pela NBC News, o suspeito foi identificado como Kenneth Curtis, natural de Tupelo, Mississípi.

Segundo a NBC, ambas as cartas tinham a mesma declaração final e estavam assinadas com as iniciais «KC».

«Ver algo errado e não o denunciar é tornar-se um cúmplice silencioso», era a mensagem nas cartas.

A carta endereçada a Obama foi interceptada no posto de correios de triagem da Casa Branca, tendo sido posta em quarentena e testada para substâncias perigosas. A carta continha rícino, tal como a missiva endereçada ao senador.

REDAÇÃO
COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.