Para os próximos dias são esperadas temperaturas elevadas que poderão atingir os 40 graus em alguns locais do país, tendo por este motivo a Direção Geral de Saúde (DGS) alertado a população para a necessidade de se hidratar e proteger-se do calor.

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o mês de agosto começa com temperaturas elevadas, podendo a temperatura máxima atingir valores entre os 32 e os 42 graus Celsius.

Dada a previsão, a DGS representada pela subdiretora, Graça Freitas, alertou para a necessidade acentuada de prevenir situações de desidratação, sendo esta necessidade agravada em idosos e doentes crónicos. Aconselhou a ingestão de muita água, assim como, sumos naturais e tisanas, e ainda o consumo de frutas e hortícolas em maior quantidade.

Uma outra sugestão para evitar a perda de líquidos é proteger o corpo do calor, através do uso de roupas frescas e largas, assim como, manter a casa e o local de trabalho frescos, abrindo apenas as janelas na altura do dia em que as temperaturas baixam.

Por fim a subdiretora da DGS alertou ainda para o consumo de alimentos mais frescos, como saladas, pedindo especial cuidado com o consumo de molhos que se estragam facilmente com o calor e que podem provocar intoxicações alimentares e, consequentemente, desidratação.

Segundo o o IPMA, este é o segundo verão mais quente desde 1931 e julho foi até ao momento, o mês com a temperatura máxima mais alta desde essa altura.

iPG

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui