Na semana em que se assinala o dia dedicado às crianças desaparecidas a GNR apresenta um manual com regras de proteção, que visam a segurança das mesmas.

Preparado e organizado pela GNR e pela Associação Portuguesa de Crianças Desaparecida (APCD), o “Meu Manual de Segurança” foi lançado na passada segunda-feira (25 de maio), Dia Internacional da Criança Desaparecida e apresenta um conjunto de “regras elementares de segurança” que visam promover a segurança das crianças.

O manual contém diferentes regras de segurança através de várias histórias que têm como ator principal o Guardoo, a famosa mascote da GNR.  Segundo Patrícia Cipriano, a presidente da APCD, “São regras que são basilares para as crianças entre os seis e os 12 anos” que ensinam que comportamentos adotar quando estão sozinhas em casa, em tempo de férias, quando fazem o percurso até à escola, quando estão de férias ou na internet.

Um dos objetivos centrais deste projeto é fazer chegar esta informação, ainda que indiretamente, a um maior número de crianças visando diminuir a dificuldade em alcançar, com ações de formação, todas as escolas do país.

O manual estará disponível para descarregar no ‘site’ da APDC podendo ser usada por professores, profissionais da educação e pais no seu relacionamento diários com os mais novos.

O valor educativo do manual ganha corpo quando analisamos as estatísticas relativas ao desaparecimento de crianças, que segundo a polícia judiciária rondam os 1.500 a 2.000, só na zona de Lisboa e Vale do Tejo.

O “ Meu Manual de Seguranças” é sem dúvida um meio de aprendizagem e partilha com o objetivos de prevenir pelo conhecimento de regras, antecipando situações de perigo.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.