O diretor da campanha do candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos pediu demissão esta sexta-feira.

Paul Manafort, diretor da campanha presidencial de Trump, resignou ao seu cargo esta sexta-feira, avança a BBC.

O pedido de demissão foi confirmado pelo próprio candidato republicano através de um comunicado.

“Esta manhã, Paul Manafort pediu, e eu aceitei, a sua resignação da campanha”, afirmou Donald Trump.

“Estou muito grato pelo seu grande trabalho que nos ajudou a chegar onde estamos hoje e, em particular, por nos ter guiado neste processo de delegados e convenções”, acrescentou.

O consultor político, de 67 anos, abandona o cargo apenas dois meses depois de ter substituído Corey Lewandowski, que tinha sido despedido em junho.

Manafort esteve debaixo de fogo nas últimas semanas, depois do The New York Times ter noticiado que terá recebido milhões de dólares de um partido ucraniano pró-russo.

O seu advogado assegurou ao jornal nova-iorquino que o seu cliente “jamais recebeu esse tipo de pagamentos” e adiantou que se trata de meras “suposições” que “muito provavelmente” estão envolvidas em “manipulações políticas”.

Outro dos motivos para ter apresentado a demissão também poderá ser pelo facto de Trump ter mexido na equipa, nomeando um novo diretor executivo e um novo responsável pela gestão da campanha.

ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.